Páginas

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

2017 foi um dos anos mais quentes registrado na Terra, mesmo sem El Nino

  • 2017 foi o segundo ano mais quente registrado, disse a NASA na quinta-feira.
  • Um relatório da NOAA usando diferentes métodos disse que 2017 foi o terceiro ano mais quente da Terra. 
  









Pessoas em piscinas em São Paulo, Brasil, em um dia de inverno quente em setembro passado.

A Terra teve um dos seus anos mais calorosos registrados em 2017, de acordo com duas novas análises da NASA e da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica.

Um relatório da NASA divulgado na quinta-feira disse que 2017 foi o segundo ano mais quente registrado, enquanto outro relatório da NOAA que usou diferentes métodos disse que 2017 foi o terceiro ano mais quente.

Ambas as agências estão em "forte concordância" de que os dados indicam uma tendência de aquecimento a longo prazo em todo o mundo. 

Apesar do clima frio em certas partes do mundo, o planeta está se aquecendo rapidamente durante as últimas quatro décadas, disse o diretor da NASA Goddard Institute for Space Studies, Gavin Schmidt. 

2016 foi o ano mais quente do planeta desde que a coleta de registros começou em 1880, e os cientistas climáticos atribuíram isso, em parte, a um forte padrão climático de oscilação sul do El Nino.

Mas El Nino não estava por trás das temperaturas quentes em 2017. 

A publicação da NASA disse que o aumento da temperatura da Terra a longo prazo foi "impulsionado principalmente pelo aumento do dióxido de carbono e outras emissões produzidas na atmosfera na atmosfera".

Fonte: CNBC
Tradução: Estudando Línguas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário. Não use palavras obsenas.